Início » Pinto da Costa não perdoou e Villas-Boas quebra o silencio e explica a polémica

Pinto da Costa não perdoou e Villas-Boas quebra o silencio e explica a polémica

by amaralmulandeza

Antigo treinador confirmou notícia Record e avança como candidato à presidência do FC Porto

André Villas-Boas confirmou, no primeiro dia de 2024, a notícia avançada em primeira mão por Record, a 26 de outubro de 2023: “Todos os passos que tenho dado recentemente, têm sido seguros e firmes seja do ponto de vista da gestão, seja na preparação da minha visão e projeto para o clube. Em janeiro já me encontro em condições de formalizar a candidatura.”

O antigo treinador do FC Porto e, agora, candidato oficial às eleições de abril para a presidência dos azuis e brancos falou também, em entrevista ao JN, de… Pinto da Costa, que terá como adversário na corrida presidencial. No passado dia 28 de dezembro, dia do 86.º aniversário do homem que projetou o FC Porto para um patamar mundial, apelidou-o de “presidente dos presidentes”. Antes disso, desejou-lhe as melhoras na sequência de um acidente de viação e, agora, recusa qualquer tipo de contradição no discurso que tem mantido.

“Há um respeito pela figura, pelo seu passado histórico e pelo seu legado. Portanto, o presidente representa o presidente dos presidentes e é o presidente mais titulado de sempre do FC Porto, e assim será propagado no tempo. É a nossa responsabilidade também propagar a sua visão, a sua ironia, a sua sagacidade, a sua cultura de vitória. Portanto, tudo isto são fatores que queremos propagar no tempo, porque são para nós também referência de como nos devemos comportar sobre o aspeto desportivo, uma cultura de vitória, um compromisso com a vitória.

Desejar as melhoras do ponto de vista pessoal ou parabenizar alguém pelo seu aniversário parece-me uma questão de educação acima de tudo, principalmente quando entre nós já reinou a amizade, mas reinará sempre o respeito um pelo outro, pelo menos da minha parte”, afirmou.

You may also like

Leave a Comment