Início » Galeno assinou o cheque e carimbou a ida do FC Porto para os ‘oitavos’

Galeno assinou o cheque e carimbou a ida do FC Porto para os ‘oitavos’

by amaralmulandeza

Exibição estelar do extremo com um par de golos e outro par de assistências.

O FC Porto qualificou-se, esta quarta-feira, para os oitavos de final da Liga dos Campeões, após vencer o Shakhtar Donetsk, por 5-3, garantindo desta forma um cheque de 13,4 milhões de euros (9,6 pelo apuramento, mais 2,8 pelo triunfo).

Os azuis e brancos entraram determinados a vencer o encontro e logo aos dois minutos Taremi esteve à beira de arrombar o cofre ucraniano, porém Riznyk levou a melhor sobre o avançado iraniano. Porém, aos nove minutos, a festa chegou mesmo à Invicta: passe longo de Pepe, Evanilson a conseguir em esforço o cruzamento já na área e Galeno, solto de marcação, a encostar para uma baliza deserta.

A precisar de ganhar para chegar aos ‘oitavos’, a formação de Donetsk começou a mostrar as garras. Bondarenko aos 14’ roçou o golo, para aos 27’ ser o monumental Diogo Costa a opor-se de forma sublime a Gocholeishvili. Logo depois, sucedeu o momento surreal da partida. Sikan empatou a partida, quando no início da jogada o árbitro assistente levantou a bandeirola e baixou-a pouco depois. Alguns jogadores do FC Porto travaram o movimento, devido à sinalização de fora de jogo, mas, e após a jogada ser analisada no VAR, o lance acabou mesmo por ser validado.

Apesar da contestação de jogadores, da comitiva azul e branca e dos adeptos, os pupilos de Conceição não baixaram as armas e na reta final da etapa inicial, já aos 43 minutos, Pepê entregou em Galeno que, à entrada da área, rematou forte e colocado para o bis. A bola ainda sofreu um desvio, mas acabou mesmo por entrar na baliza ucraniana.

No início da etapa complementar, os 48.113 espectadores presentes no Dragão quase festejaram o terceiro, após um livre cobrado por Eustáquio: Pepe ganhou a primeira bola e Taremi cabeceou posteriormente para boa defesa de Riznyk. Todavia, o iraniano assinaria mesmo a sentença pouco depois. Aos 62 minutos, Sudakov falhou o passe, Galeno antecipou-se a Gocholeishvili e depois de uma corrida triunfal serviu Taremi que, de ângulo apertado, bateu Riznyk.

Aos 73’, o Shakhtar ainda instalou o medo no corpo ao FC Porto: Jorge Sanchez abordou mal o lance, a bola sobrou para Sikan, que passou por Fábio Cardoso, rematou para defesa de Diogo Costa, mas a bola esbarrou em Eustáquio e entrou na baliza. Poucos minutos volvidos, canto ao primeiro poste, bola desviada por Galeno (outra vez ele) e Pepe finalizou de pé esquerdo. Num carrossel com tantos golos, o Shakhtar ainda maquilhou o marcador, aos 88 minutos. Grujic perdeu a bola em zona proibida e deu origem ao terceiro golo dos ucranianos, após um remate cruzado de Eguinaldo.

Os azuis e brancos ligaram o modo triturador e aos 82 minutos, poucos segundos após entrar, erro na saída de bola de Bondar, Conceição pressionou, ficou na cara de Riznyk e finalizou de pé esquerdo. Contas feitas, o FC Porto termina o Grupo H, no segundo posto, com 12 pontos, em igualdade com o líder Barcelona que, esta quarta-feira, perdeu na casa do Antuérpia (1-2).

Onze do FC Porto: Diogo Costa; Zaidu, Pepe, Fábio Cardoso e Jorge Sánchez; Eustáquio, Alan Varela, Galeno, Pepê; Evanilson e Taremi.

Onze do Shakhtar: Riznyk; Bondar, Stepanenko, Kryskiv, Sudakov, Zubkov, Gocholeishvili, Sikan, Bondarenko, Matviyenko e Rakitskyy.

Antevisão: O FC Porto recebe, esta quarta-feira, a partir das 20 horas, no Estádio do Dragão, o Shakhtar Donetsk, no derradeiro duelo do Grupo H da Liga dos Campeões.

Os azuis e brancos necessitam apenas de um empate para se qualificarem para os ‘oitavos’ da prova milionária, num grupo onde o Barcelona já garantiu o primeiro posto. Relembrar que, em caso de sucesso, esta será a quinta vez que Sérgio Conceição garante pelo menos os ‘oitavos’ desde que aterrou no clube da Invicta.

Recordar que na jornada inaugural da fase de grupos, os dragões venceram em Hamburgo o conjunto ucraniano, por 3-1, sendo que o Shakhtar nunca triunfou perante o FC Porto: quatro vitórias dos azuis e brancos e três empates.

You may also like

Leave a Comment